Você sabe a importância do sistema de interfaceamento laboratorial?

Compartilhe

Mulher sorridente com um jaleco branco e em frente a um computador, mexendo e feliz com um bom sistema de interfaceamento laboratorial.

O sistema de interfaceamento laboratorial é uma estratégia efetiva, segura e econômica para qualquer empresa do segmento laboratorial. Isso, porque as vantagens são percebidas rapidamente, tanto no contexto clínico quanto no financeiro.

No quesito produtividade, as vantagens observadas se referem à realização de exames e serviços em menor tempo, o que pode permitir o aumento da demanda e, consequentemente, de novas atividades clínicas almejadas.

Ainda não possui um sistema de gestão da produção e interfaceamento laboratorial? Então, continue a leitura e confira as dicas do Lukas Christensen, Consultor de Projetos da Matrix, para saber mais sobre essa tecnologia!

O que é o sistema de interfaceamento laboratorial

Nos dias de hoje, é importante trabalhar com ferramentas mais efetivas, seguras e de fácil aplicabilidade. As estratégias tecnológicas oferecem vantagens significativas em relação aos processos manuais. 

O sistema de interfaceamento laboratorial permite a integração entre o sistema de gestão laboratorial e os equipamentos utilizados na rotina de exames e procedimentos, em um processo eficiente de rastreabilidade. 

Essa tecnologia proporciona a gestão das amostras na área técnica, alertando para pontos críticos nesses processos dentro da complexidade exigida. 

O sistema de interfaceamento é um dos recursos que facilitam a automação dos laboratórios, gerando produtividade, segurança e acompanhamento das etapas de cada fase analítica. 

Porém, a realidade é que muitos gestores trabalham com diversos sistemas que não se comunicam adequadamente, dificultando o trabalho na área técnica, o que acabará refletindo na rotina de atendimento ao paciente, já que dificuldades podem causar erros e atrasos na emissão de laudos. 

Um sistema de interfaceamento permite que sejam analisados resultados oriundos de diversos instrumentos de automação (cujos resultados muitas vezes são complementares para uma liberação clínica mais precisa), em um só software. 

A busca por um sistema de interfaceamento laboratorial efetivo 

Muito gestores já entenderam a importância do interfaceamento em um ambiente laboratorial e buscam por soluções dentro do que já existe de alternativas tecnológicas, podendo optar por fazer a integração com o instrumento de automação por meio de um simples driver de comunicação. 

A princípio, essa pode se revelar uma estratégia a ser considerada, pois costuma ser mais econômica, embora limitada. 

O driver realiza somente a comunicação entre os instrumentos e o LIS (Laboratory Information System ou Sistema de Informação Laboratorial), evitando a transcrição de resultados. Porém, ele não faz a gestão da produção, a qual é a facilidade obtida por meio de soluções mais completas. 

Atividades do sistema de produção e interfaceamento laboratorial 

Um sistema completo faz a gestão da produção, além da comunicação com os instrumentos de automação, para ajudar os profissionais na interpretação das alterações laboratoriais ao avaliar dados oriundos dos equipamentos de análises clínicas. 

Na prática esse sistema deve poder fazer cálculos, controle e análise de flags, permitir a liberação automática, gestão de microplacas, delta-check, entre outras funcionalidades, além de permitir a rastreabilidade de todas as ações. 

Por exemplo, um laboratório comum, possui a maioria dos seus resultados nos padrões de normalidade. Todos esses exames podem ser liberados automaticamente, agilizando sobremaneira a liberação dos laudos. 

O Módulo Matrix Connect, da Matrix, além de possibilitar ampla configuração de funções, permite que o produto se adeque perfeitamente a laboratórios de pequeno, médio e grande porte. 

Benefícios do sistema de interfaceamento laboratorial 

A implementação de um sistema de interfaceamento laboratorial, em contraste com abordagens manuais ou descentralizadas nos serviços, promete trazer benefícios significativos. A seguir, listamos as principais vantagens que essa tecnologia traz aos laboratórios. Confira! 

Redução de custos

 A implementação do interfaceamento traz benefícios imediatos, como a liberação do profissional que transcreve os resultados dos equipamentos, eliminação de erros de transcrição e agilidade no processo. 

Como todos sabem, o mercado exige rapidez e eficiência. Assim, o interfaceamento vem para aumentar essas características do laboratório, aumentando a fidelização dos pacientes. 

Otimização dos processos 

É fato que o sistema de interfaceamento laboratorial, quando a rotina está bem descrita e validada, proporciona mais organização das atividades e controle dos processos. O resultado é a otimização dos processos e a garantia da qualidade dos resultados, observando, também, os critérios para manutenção e recuperação de dados clínicos dos pacientes. 

Nesse contexto, o laboratório terá eficiência em suas atividades e alcançará voos mais elevados como meta institucional, garantindo melhor ganho financeiro. 

Maior agilidade na entrega dos resultados 

A eficiência proporcionada pela tecnologia é reconhecida por simplificar a rotina e otimizar o tempo dedicado à realização de exames. A implementação de um sistema de interfaceamento representa um avanço significativo nesse cenário, permitindo que o laboratório entregue resultados com ainda mais agilidade. 

Esse aprimoramento acelera consideravelmente o processo, resultando em uma significativa redução no tempo de espera para os pacientes. Dessa forma, o interfaceamento não apenas aperfeiçoa a operação laboratorial, mas também atende à crescente demanda por serviços rápidos e eficientes no cenário da saúde, contribuindo para uma experiência mais positiva para os pacientes. 

Redução de recoletas de amostras 

A implantação de um sistema que permite um maior controle e rastreabilidade de amostras proporciona não apenas uma gestão mais eficiente, mas também resulta na significativa redução das chances de erros no processo. 

Esse aprimoramento operacional reflete diretamente na diminuição das recoletas de amostras, evitando possíveis descontentamento dos pacientes, que, de outra forma, teriam que retornar para coletar amostras novamente. Além disso, a redução das recoletas não apenas contribui para a satisfação do paciente, mas também acarreta uma diminuição expressiva nos custos relacionados ao retrabalho laboratorial. 

Ao minimizar as ocorrências de erros e garantir uma maior precisão no manuseio das amostras, o sistema de controle e rastreabilidade aprimora a qualidade dos serviços laboratoriais e otimiza a eficiência financeira, beneficiando tanto a instituição quanto seus pacientes. 

Aumento na produtividade e expansão do laboratório 

O interfaceamento agiliza o processo de realização de exames, além de aumentar a lucratividade do laboratório. Assim, a capacidade de realizar mais exames em um período amplia a geração de receita. 

Essa eficiência operacional não só permite que o laboratório atenda mais pacientes, mas também agiliza a entrega de resultados e cria oportunidades para a expansão da área de atuação do laboratório, consolidando sua presença e impacto no setor de saúde. 

Melhor gerenciamento de dados para evitar glosas 

Ao implementar o interfaceamento laboratorial, ocorre uma otimização no controle de dados fundamental para a prevenção de falhas administrativas e operacionais que frequentemente resultam em glosas no faturamento. A integração do cadastro de pacientes no LIS exemplifica essa melhoria, assegurando a integridade das informações e eliminando possíveis erros, como cadastros duplicados. 

Com o interfaceamento em prática, a tarefa de cadastrar pacientes deixa de ser manual e passa a ser realizada por meio de recursos digitais integrados ao sistema. Essa abordagem reduz a probabilidade de erros no processo e concede aos colaboradores mais tempo para se dedicarem a outras demandas prioritárias na recepção.  

Maior competitividade no mercado 

Em comparação à concorrência que ainda adota métodos manuais, ao abraçar o interfaceamento, o laboratório posiciona-se em uma vantagem competitiva, pois esse diferencial fortalece a posição no mercado e permite que o laboratório atenda a uma maior demanda de clientes, com prazos mais ágeis para a entrega de exames e, em alguns casos, até mesmo preços mais competitivos. 

Assim, ao adotar processos automatizados, o laboratório não apenas aumenta sua capacidade de atendimento, mas também otimiza seus recursos, resultando em custos operacionais mais baixos. Em um cenário em que a eficiência é um diferencial competitivo, o uso estratégico do interfaceamento eleva a posição do laboratório no mercado e contribui para a satisfação do cliente, fortalecendo a sua presença e competitividade no setor. 

Saiba o que avaliar na hora de escolher o sistema de interfaceamento 

Ao escolher um sistema de interfaceamento, é importante analisar diversos aspectos para garantir eficiência e segurança nos processos laboratoriais. Abaixo, confira os pontos principais ao avaliar o sistema de interfaceamento laboratorial. 

Integração e praticidade 

A plataforma escolhida deve oferecer integração e praticidade, garantindo a interconexão segura dos dados entre o LIS e os equipamentos de automação. 

Para isso, opte por um sistema que ofereça uma solução centralizada. Assim, seu laboratório terá mais agilidade e ganhos substanciais em termos de segurança e rastreabilidade do processo de automação, permitindo um controle eficaz de todas as etapas, com a manutenção simplificada. 

Controle total nas etapas 

Ao avaliar um sistema de interfaceamento para laboratórios, é essencial considerar a garantia de qualidade, fazendo o controle de todas as etapas e certificando-se que os equipamentos operem de maneira correta, mantendo padrões de segurança elevados. Com isso, o laboratório fortalece a confiabilidade e precisão dos resultados obtidos. 

Segurança do interfaceamento 

Também é essencial escolher um sistema que priorize a segurança na automatização, como o Matrix Connect. 

Esse software é responsável por estabelecer a comunicação segura entre o sistema laboratorial do cliente, o LIS, e os instrumentos de análise, oferecendo alta estabilidade e facilidade na implantação. 

Por meio de um sistema robusto, permite a integração com diversos instrumentos de análises e apresenta funcionalidades desenvolvidas para facilitar o gerenciamento completo da área técnica. 

O sistema de interfaceamento laboratorial é uma proposta interessante a ser implantada em todas as organizações laboratoriais, pois gera maior produtividade nas atividades, redução de custos operacionais, diminuição de erros, rastreabilidade e controle dos processos internos realizados pelos profissionais clínicos. Assim, cabe aos gestores analisarem a proposta mais viável de implantação, com melhor custo-benefício, e acompanhar a evolução dessa estratégia. 

Agora que você já entendeu a importância do sistema de interfaceamento laboratorial, entre em contato conosco e obtenha mais detalhes dessa tecnologia! 

Entre em contato com nossa equipe

Conheça nossos softwares

Artigos relacionados